Politicamente (In)correto

O Forum Demos, em colaboração com o CETAPS  – Polo da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, vem lançar o convite para mais um debate, desta vez dedicado ao tema do Politicamente (In)Correto.

O debate terá lugar no Anfiteatro Nobre da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, dia 5 de março pelas 21h00 e contará com a participação de Luiz Humberto Marcos (Diretor do Museu Nacional da Imprensa/PortoCartoon), Patrícia Fernandes (Universidade da Beira Interior) e Marinela Freitas (Universidade do Porto), num painel que será moderado por Gonçalo Marcelo (Universidade de Coimbra / Católica Porto).

A entrada é livre mas a inscrição prévia é obrigatória e deverá ser realizada em: https://goo.gl/forms/gx9mAWHrAoVtwk8q2.

POLITICAMENTE (IN)CORRETO_.jpg

Nos últimos tempos algumas vozes têm-se levantado contra o que consideram ser os excessos ou mesmo a “ditadura” daquilo a que chamam o “politicamente correto”. Nesta discussão estão em causa os limites daquilo que é ou não aceitável no quadro de sociedades democráticas e liberais. Em todas as democracias civilizadas, tem havido um esforço de adaptação das práticas, dos costumes e da linguagem, de forma a torná-las menos preconceituosas, menos ofensivas e mais acolhedoras da diversidade. Mas o assunto torna-se polémico quando toca em questões como as dos limites do humor (basta que nos recordemos dos ataques ao Charlie Hebdo), ou da reformulação dos curricula de ensino para se tentar extirpar tudo o que possa ser eventualmente considerado ofensivo (mesmo que isso inclua obras de grandes autores de referência, como Sófocles ou Shakespeare).

A ser assim, viveremos hoje numa sociedade demasiado controlada em que se perde liberdade de expressão? Ou será que, pelo contrário, grande parte dos críticos do “politicamente correto” escondem, na verdade, atitudes que são verdadeiramente inaceitáveis em qualquer sociedade tolerante e acolhedora? Deverá o respeito por uma sensibilidade cultural ou religiosa impor limites estritos ao humor? Como pensar as implicações éticas e políticas do uso da linguagem? E quais as consequências de tudo isto para a Universidade e a forma como o ensino é pensado, organizado e ministrado?

Estes são alguns dos temas que vão ser discutidos neste forum.

Contamos com a vossa presença e participação.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s